Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]



No ir e vir o caminho ganha vida

por José, em 22.02.24

A minha crença principal é baseada na certeza de que da luta se obtêm resultados, ainda que interfiram outras variáveis que por vezes funcionam como grandes ponderadores, esse é primado da objectividade do destino. Gosto muito da narrativa popular segundo a qual "enquanto vou e venho não está o caminho sem ninguém". Ou seja, nem sempre conseguimos alcançar os nossos objectivos, porém, cabe-nos ir em frente e esse ir em frente mostra que resistimos ao comodismo do lugar e circunstância e nesse ocupar de lugar as nossas hipóteses podem vir a melhorar. A minha mãe repete ainda hoje o ditado, mas essencialmente na perspectiva "eu lutei luta também, esse é o teu desígnio". Não é nenhuma crítica que lhe faço, mas sabemos que em particular as comunidades rurais, aplicavam aquele princípio do "faz pela vida". Talvez por isso vejam algumas fases da vida como construção, sobretudo a ideia do serviço militar como oportunidade para "se fazer homem". Quem ler talvez discorde, mas tinha um apagamento do feminino nessa ideia. O "faz pela vida" ou "a tropa faz-te homem" ignoram os papéis no feminino. Voltando ao tema principal, "sem trabalho nada vem", sempre escutei com referências. Poderíamos usar categorias weberianas para observar o peso da intersubjectividade nas definições fora da experiência. Mas também aí tem outros elementos, designadamente o facto da existência ser apenas vista como cultivo da terra e reprodução social, essa última à maneira de Durkheim, ignorando o lazer e a convivialidade na definição. Seja o que for, nem sempre os ditados estão certos, mas fazem uma leitura histórica dos fenómenos.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 23:46



Mais sobre mim

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.



Arquivo

  1. 2024
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2023
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2022
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D